Bolachas do bem

Bolachas do bem

scroll for english version

Há umas semanas decidi, por vários motivos (um dia falarei sobre isso), começar a fazer uma alimentação mais saudável. Desde então, tenho optado por procurar alimentos biológicos e alguns sucedâneos do café, do açúcar, do sal, etc.

E lá pelo meio das #receitasdobem saíram estas bolachas super saudáveis e saborosas. Sou uma eterna apaixonada pelos frutos vermelhos, o que me levou a alterar a receita inicial, dando-lhe um toque de originalidade. Ao meio da manhã e ao meio da tarde são o meu not guilty pleasure porque dão um toque especial aos lanches de inverno e, apesar de não poder falar em dados calóricos porque não tenho dados para tal, acredito sinceramente que não fazem tão mal como as típicas cookies das prateleiras de supermercado.

Não esperem, por isso, um sabor idêntico aos formatos standard. Mas, se procuram opções mais saudáveis, de certeza que vão adorar as #bolachasdobem.

 

Receita:

 

Ingredientes:

– 120 gr de flocos de aveia biológicos

– 60 gr de margarina

– 40 gr de semolina

– 1 colher de sopa de farinha integral

– 1 banana

– 100 gr de frutos vermelhos congelados

– 50 gr de açúcar de coco

– 1 chávena de café de leite

 

Modo de preparação:

 

Comecem por pré-aquecer o forno a 180º. Depois, juntem os ingredientes secos: os flocos de aveia (por norma compro-os no Celeiro), a semolina, a farinha integral e o açúcar de coco. É então que devem começar a juntar a margarina para unificar a mistura. Sugiro que esta esteja à temperatura ambiente e evitem derrete-la porque o efeito não é o mesmo.

Depois, esmaguem a banana e juntem a “papa” ao preparado anterior. É neste momento que costumo adicionar um pouco de leite sem lactose (não coloco mais do que a quantidade equivalente a um café expresso curto) apenas para tornar as bolachas mais suaves. Caso contrário, acho que a “massa” fica muito seca. Por fim, juntem os frutos vermelhos. Porque prefiro os congelados? É fácil, quando os deixamos a descongelar, eles vão libertando um sumo natural que ajuda a envolver todos os ingredientes do preparado. Mas atenção, depois de os adicionarem, evitem mexer muito para não os esmagarem.

E é só cortar uma folha de papel vegetal, colocá-la num tabuleiro e começar a formar as bolachas. E não é preciso formas nem instrumentos de pasteleiro. Experimentem pôr sobre o papel vegetal um montinho do preparado, amassem suavemente com uma colher e arredondem as bordas. Tentem distribuir os frutos vermelhos uniformemente.

No forno, costumo deixá-las cerca de 15 a 20m. Simples e fácil de fazer.

E a cada estação, podem ir variando os ingredientes. Aceito sugestões e quero ver fotos 🙂

 


English version

Good wafers

 

A few weeks ago I decided, for several reasons (one day I’ll talk about it), start making a healthier diet. Since then, I have opted for organic foods and some substitutes for coffee, sugar, salt, etc. And right through the middle of the natural recipes, these super-healthy and tasty biscuits came out. I am an eternal passionate about the red fruits, which led me to change the initial recipe, giving it a touch of originality. In the middle of the morning and in the middle of the afternoon, they are my not guilty pleasure because they give a special touch to the winter snacks and, although I can not talk about caloric data because I do not have informations for it, I sincerely believe that they do not do as badly as the typical cookies from the supermarket shelves. Do not expect, therefore, a flavor similar to the standard formats. But, if you are looking for healthier options, I am sure you´ll love the this cookies.

 

Recipe:

Ingredients:

– 120 gr of organic oat flakes

– 60 gr of margarine

– 40 gr semolina

– 1 tablespoon whole-wheat flour1 banana

– 100 g of frozen red fruits

– 50 gr of coconut sugar

– little bit of milk

Method of preparation:

Start by preheating the oven to 180º. Then, add the dry ingredients: the oatmeal flakes (I usually buy them in the Celeiro), the semolina, the wholemeal flour and the coconut sugar. It is then that you should start to join the margarine to unify the mixture. I suggest that it be at room temperature and avoid melting it because the effect is not the same.

Then crush the banana and join it to the previous preparation. At this point I usually add a little lactose-free milk (I do not put more than the equivalent of a short espresso) just to make the wafers softer. Otherwise, I think the “dough” gets very dry. Finally, add the red fruits. Why do I prefer frozen ones? It is easy, when we let them thaw, they release a natural juice that helps to wrap all the ingredients of the preparation. But be careful, after you add them, avoid messing around so you do not crush them. And just cut a sheet of parchment paper, put it on a tray and start forming the wafers. And there is no need for confectioner’s forms or instruments. Try to put on the vegetable paper a little pile of the preparation, knead it gently with a spoon, and round the edges. Try to evenly distribute the red fruits. In the oven, I usually leave them about 15-20m. Simple and easy to do.

And each season, the ingredients can vary. I accept suggestions and I want to see photos 🙂

 

Leave a Reply